Esquecida pelo Emmy Awards, Orphan Black é uma das melhores estreias do ano

Se você ainda não viu Orphan Black, pare agora tudo o que está fazendo e vá assistir. Uma das melhores séries de ficção científica do ano desembarcou na televisão e na rede com uma história que em momento nenhum deixa o público entediado – pelo contrário, a tensão é grande do começo ao fim de cada episódio, ao longo dos dez exibidos na primeira temporada recém encerrada.
Há quem não goste de filmes ou programas de tv de ficção científica, que envolvam realidades paralelas, experiências bizarras e espécies sobrenaturais. Mas Orphan Black, produção canadense do canal BBC America, traz um ar novo para o gênero scifi, conquistando até os mais receosos quanto a temas que fogem da realidade. A trama é sobre clones, mais vai muito mais além disso. Orphan Black é sobre pessoas normais, que vivem suas vidas como qualquer outra pessoa no mundo, com seus problemas e momentos felizes, mas que tem suas vidas mudadas quando descobrem que há pessoas idênticas vagando por aí e todas sendo assassinadas, uma a uma.
É aí que começa o plot de Orphan Black, quando a atriz Tatiana Maslany abre o piloto com sua atuação digna de Emmy, embora tenha sido esquecida pela premiação. A atriz interpreta Sarah Manning, que vê sua “cópia” se jogando na linha do trem e perdendo sua própria vida. Então ela decide se passar por Beth – a que se matou – para tentar limpar sua conta bancária e usar o dinheiro para fugir com a filha que está sob a guarda de uma tutora. A coisa fica complicada quando ela descobre que Beth é uma policial envolvida num assassinato e numa investigação pessoal sobre outras cópias, que fazem parte do “clube dos clones”.
Dramas pessoais acabam se misturando ao corre-corre e a brincadeira de “cão e gato” entre os clones que tentam descobrir suas origens e por que estão sendo perseguidas por espiões, cientistas e por uma estranha religiosa.
Com descobertas impactantes e reviravoltas que deixam o espectador surpreso a cada instante, Orphan Black se desenvolve linearmente ao longo dos seus 10 episódios já exibidos. Uma boa oportunidade pra fazer uma maratona nessa summer season enquanto as séries recorrentes não voltam ao ar, e depois ficar na ansiedade pela segunda temporada, que chega às telinhas em 2014.
Já assistiu Orphan Black? O que achou da série?

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui