Ator de Prison Break assume que é gay em represália às ações na Rússia

O ator Wentworth Miller, que estrelou a série Prison Break como o detento Michael Scofield, assumiu hoje (21/08) a sua homossexualidade. A “saída do armário” aconteceu em resposta ao convite feito para participar num festival de cinema na Rússia, cujo país tem aprovado leis que desfavorecem a comunidade LGBT.
Em carta aberta enviada para a diretora do festival, ele explica o motivo da sua recusa. “Como um homem gay, devo recusar o convite. Estou profundamente perturbado pela atitude e tratamento dispensado a homossexuais no governo Russo”, assume. 
Integrante de associações em defesa da comunidade como a GLAAD, Wentworth Miller é a favor da igualdade de direitos para a sociedade. “É uma situação inaceitável e eu não participarei de forma alguma de uma celebração num país onde pessoas como eu são sistematicamente proibidas de usufruírem do direito básico de viver e amar abertamente”, explicou o ator.

Wilson Cruz, porta-voz da GLAAD, comentou a posição de Wentworth Miller em comunicado. “É um espetáculo ousado de apoio a mensagem poderosa que Wentworth enviou a comunidade LGBT russa, que está enfrentando extrema violência e perseguição”, comentou. Em apoio aos gays russos, Cruz afirmou que eles não estão sozinhos. “Todo o mundo continua a manifestar-se contra a lei horrível da Rússia, e mais celebridades e empresas devem seguir sua liderança corajosa em condenar abertamente a lei anti-LGBT da Rússia”, conclui.

Com informações do site BuzzFeed.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui