Quando o Ilegal se torna necessário

Com estreia prevista para a próxima quinta (09/10), Ilegal é um filme da revista Superinterressante e trata-se de um documentário que irá narrar a história de luta de alguns brasileiros pelo direito de utilizar remédios a base da Cannabis sativa para o tratamento de parentes.
A maconha (Cannabis sativa) que é proibida no nosso país em diversos âmbitos, inclusive no que diz respeito ao uso de medicamentos a base de substâncias presentes na planta, tem seu uso permitido para fins medicinais em países como Uruguai e Chile, além de outros países na América do Norte e na Europa.
A direção do documentário ficou por conta do cineasta Raphael Erichsen e Tarso Araújo, jornalista e editor da Superinteressante. Ao procurar alguém com epilepsia que se tratasse com algum remédio a base de maconha para elaboração de uma matéria, Tarso se deparou com a família de Anny, uma menina de 5 anos que teve suas convulsões cessadas após a utilização de um medicamento que seus pais conseguiram de forma ilegal.
A história da menina repercutiu pelo Brasil e trouxe a reflexão de como o nosso país pode abrir melhor os olhos para a utilização legal da erva para fins medicinais. Afinal, porque Anny não pode ter o direito de se tratar da melhor forma possível e ter um desenvolvimento mais saudável? 
Denis Burgierman, diretor de redação da revista superinteressante, afirmou na edição da revista deste mês de outubro: Ilegal é o primeiro de muitos filmes que queremos fazer. Enquanto houver obscurantismo, haverá histórias precisando ser contadas. É essa a nossa missão, não importa se no papel, na internet, no cinema ou por telepatia.”
Os diretores lançaram no final de março um curta de mesmo nome que está disponível na rede, além da criação da campanha Repense com objetivo de provocar uma reflexão da população acerca do uso terapêutico da maconha. O documentário será lançado em apenas 19 cidades brasileiras, a seguir confiram o trailer:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here