VII Janela Internacional do Cinema do Recife está chegando

Esse ano o Janela Internacional de Cinema do Recife chega a sua sétima edição e apresentará 130 filmes de 17 países diferentes, desde clássicos até as produções contemporâneas. Nessa edição dois novos espaços, além do Cinema São Luiz e o da Fundação, sediarão atividades do Janela: o Portomídia e o Museu Cais do Sertão. A mostra competitiva contará com 11 filmes de 6 nacionalidades. O VII Janela Internacional de Cinema do Recife acontecerá de 24/10 a 02/11.
A abertura do evento no cinema São Luiz contará com dois esperados filmes pernambucanos: O curta Sem Coração, de Nara Normande e Tião, única produção brasileira presente no Festival de Cannes em maio desse ano e Brasil S/A, de Marcelo Pedroso, premiado em 5 categorias no Festival de Brasília. Em seguida, terá início a exibição da quinta edição do Clássicos do Janela com O Massacre da Serra Elétrica (1974), de Tobe Hooper. A programação do evento já está disponível, assim como o cartaz de divulgação:
Em parceria com o Instituto Francês e o Consulado da França no Recife, o VII Janela Internacional de Cinema do Recife exibirá a mostra Pós Nouvelle Vague. Os oito longas da década de 70 e 80 que serão exibidos na mostra foram escolhidos por Ariel Schweitzer, crítico da revista francesa Cahiers du Cinéma. Jacques Doillon, diretor conhecido internacionalmente por Ponette, estará presente para apresentar 2 de seus filmes que serão exibidos: Sem Saída (Les doigts dans la tetê) e Vida em Família (La vie de famille). Seu filme mais recente, Mes séances de lutte (2013), também será exibido no Janela em sessão especial.
Outra mostra internacional que estará presente no Janela é o Panorama Alemão, produzido pela German Films. Esse é o terceiro ano da mostra e Recife será a primeira cidade esse ano a recebê-la, posteriormente a mostra irá passar por Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. Ao todo serão 22 longas e 7 curtas alemães, a maioria vencedores ou indicados ao German Short Film Price. Um dos destaques do Panorama Alemão 2014 é o filme Duas Irmãs, Uma Paixão (The Beloved Sisters), a produção foi a escolha oficial alemã para concorrer ao Oscar 2015 na categoria Melhor Filme Estrangeiro.
Além dessas duas mostras internacionais, sessões especiais, clássicos do Janela e mostras competitivas, acontecerá também a Sessão Bossa Jovem: exibição de filmes aos sábados e domingos de manhã; o Recife Super 8: resgate digital de curtas do período do Super 8 pernambucano; e por fim atividades paralelas no Portomídia: workshop, mesa de debate e oficina. Abaixo segue a lista de filmes de algumas sessões, já a programação completa pode ser conferida no site oficial do evento.
COMPETIÇÃO DE LONGAS
JAUJA (Argentina/França, 2014, 108 min, de Lisandro Alonso.
A PROFESSORA DO JARDIM DA INFÂNCIA / THE KINDERGARTEN TEACHER (Haganenet , Israel /França, 2014, 120 min), de Nadav Lapid.
A TRIBO / THE TRIBE (Plemya, Ucrânia, 2014, 130 min), de Miroslav Slaboshpitsky.
TURISTA / TOURIST (Force Majeure, Suécia/Noruega/Dinamarca/França, 2014, 118 min), de Ruben Östlund.
O BOBO / THE FOOL (Durak, Rússia, 2014, 116 min), de Yuriy Bykov
A MISTERIOSA MORTE DE PÉROLA (Brasil, 2014, 62 min), de Guto Parente e Ticiana Augusto Lima.
SINFONIA DA NECRÓPOLE (Brasil, 2014, 84 min), de Juliana Rojas.
BRASIL S/A (PE, 2014, 72 min), de Marcelo Pedroso.
VENTOS DE AGOSTO (PE, 2014, 77 min), de Gabriel Mascaro.
CASA GRANDE (RJ, 2014, 114 min), de Fellipe Barbosa.
PROMETO UM DIA DEIXAR ESSA CIDADE (PE, 2014, 90 min), de Daniel Aragão.
SESSÕES ESPECIAIS
SEM CORAÇÃO (PE, 2014, 25 min), de Nara Normande e Tião.
MAIDAN (Holanda/Ucrânia, 130 min), de Sergei Losnitza.
PERMANÊNCIA (PE/SP, 2014, 90 min), de Leonardo Lacca.
OBRA (SP, 2014, 80 min), de Gregorio Graziosi.
BJÖRK: BIOPHILIA LIVE (UK, 2014, 97 min), de Peter Strickland e Nick Fenton.
SANGUE AZUL (PE/SP, 2014, 114 min), de Lírio Ferreira.
A HISTÓRIA DA ETERNIDADE (PE, 2014, 120 min), de Camilo Cavalcante.
SETE CORAÇÕES (PE, 2014, 96 min), de Andrea Ferraz.
BRANCO SAI PRETO FICA (DF), de Adirley Queirós.
BATALHAS DE AMOR (Mes séances de lutte, França, 2013, 103 min), de Jacques Doillon.
ELA VOLTA NA QUINTA (MG, 2014, 108 min), de André Novais.
CLÁSSICOS DO JANELA Vol. 5: ESTRADAS PERDIDAS
A Filha De Ryan (Ryan’s Daughter, EUA, 1970, 206 min), de David Lean.
Alien – O oitavo passageiro (Alien, EUA, 1979, 116 min), de Ridley Scott.
Contos Cruéis da Juventude (Cruel Story of Youth, Japão, 1960, 96 min), de Nagisa Ôshima.
Il dolci inganni (Itália, 1960, 95 min), de Alberto Lattuada.
Juventude Transviada (Rebel Without a Cause, EUA, 1955, 111 min), de Nicholas Ray
Mad Max 2 (Mad Max 2 – The road warrior, EUA, 1981, 95 min), de George Miller
Os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark, EUA, 1981, 115 min), de Steven Spielberg.
O comboio do medo (Sorcerer, EUA, 1977, 121 min), de William Friedkin.
O Massacre da Serra Elétrica (The Texas Chainsaw Massacre, EUA, 1974, 88 min), de Tobe Hooper.
Paris Texas (França/Reino Unido/Alemanha Ocidental/EUA, 1984, 147 min), de Wim Wenders. Pelos Caminhos do Inferno (Wake in Fright , Austrália/EUA, 1971, 114 min), de Ted Kotcheff. Roberto Carlos em ritmo de aventura (Brasil, 1968, 97 min), de Roberto Farias.
Rocky Horror Picture Show (EUA/Reino Unido, 1975, 100 min), de Jim Sharman.
Com informações da assessoria de imprensa do Janela Internacional de Cinema do Recife.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui