Os melhores filmes de 2014

Há quem diga que 2014 foi um ano fraco no cinema mundial, e há outros que dirão que tivemos boas produções nas grandes telas ao redor do globo. O que importa é que, no meio de tantos longas lançados, sempre há aqueles que de alguma forma, sensibilizam ou conquistam o público.

Para encerrar o ano, decidi fazer  uma lista com os melhores filmes lançados e assistidos em 2014. Essa lista reflete a minha opinião, após acompanhar os lançamentos nas cabines de imprensa, sessões de cinema, em home video ou on demand. Com a alta gama de filmes lançados durante o ano, alguns bons lançamentos não aparecerão na lista – seja por que não deu tempo de assistir ou por que o lançamento nos cinemas brasileiros ficou mesmo para 2015, e sim, prefiro ver os filmes na telona.

Guardiões da Galáxia
Êxodo – Deuses e Reis
Interestelar
Hoje Eu Quero Voltar Sozinho
Ninfomaníaca – Parte 1
Lucy

4. Força Maior
dir. Ruben Östlund

Essa produção sueca é do tipo ame ou odeie. Um drama familiar psicológico, onde a mentira é o protagonista e os coadjuvantes e são os próprios personagens. Candidata forte a melhor filme estrangeiro nas principais premiações de cinema. Tem crítica aqui.

3. A História da Eternidade
dir. Camilo Cavalcante

Embora não tenha entrado no circuito comercial, fato que só deverá acontecer em 2015 ou 2016 no Brasil e provavelmente de maneira limitada, “A História da Eternidade” é o filme brasileiro que me surpreendeu em 2014, pela delicadeza como a história é contada e como ela sensibiliza o espectador, deixando a mensagem de que a mente é capaz de tudo, de proporcionar o prazer de estar em contato até com o que não está ao nosso alcance, de forma material. É uma história em que o início diverge com o fim de maneira oposta. Tem mais uma bela atuação de Débora Ingrid e Irandhir Santos. Faz cair alguns ciscos nos olhos.

2. Tatuagem
dir. Hilton Lacerda

Assisti o filme pela primeira vez em 2013, na Janela Internacional de Cinema do Recife. Foi o meu melhor filme nacional assistido naquele ano. Como ele estreou no circuito comercial (restrito) em 2014, sinto que ele merece figurar nessa lista.

Hilton Lacerda consegue explorar o movimento gay, a luta pela liberdade de expressão e o movimento artístico contra a censura  nos anos 70 de uma forma bem contemporânea, apostando no humor com doses controladas de drama. Bastante premiado nos festivais nacionais, “Tatuagem” merece ser visto e revisto não só pela divertida aula de história que tem pra contar, mas também por ser um dos bons representantes da qualidade em ascensão do cinema brasileiro nos tempos modernos.

1. Garota Exemplar (Gone Girl)
dir. David Fincher

Garota Exemplar conta a história do fracassado escritor Nick Dunne (Ben Affleck) que descobre no dia do seu aniversário de cinco anos de casamento que sua mulher, a rica e bonita Amy (Rosamund Pike) desapareceu, tornando-se ele um dos principais suspeitos.

David Fincher dirige aqui um filme provocativo, baseado na obra literária de Gillian Flynn (que também assume o roteiro), transportando bem para a película as duas visões retratadas nos livros – a história contada por Amy e o acompanhamento da vida de Nick. A atuação de Rosamund Pike é o grande forte do longa, cuja expressividade e frieza retrata bem a personagem calculista e perturbada que é Amy.

A excelente trilha comandada por Trent Reznor e Atticus Ross eleva o tom pesado e a tensão da trama, enquanto que Donald Graham Burt faz um ótimo trabalho numa cenografia tão impecável quanto a fotografia que dá um significado para cada espaço vazio que, sob outro comando, estaria sobrando no plano de fundo.

Melhores animações: Operação Big Hero, mais uma super produção da Disney que mescla o melhor da animação do estúdio com a ação envolvente dos personagens da Marvel; e Festa no Céu, pelo trabalho sensível de Guillermo del Toro, num animação diferente e que tira da cultura mexicana boas mensagens para adultos e crianças.

Algumas menções: muitos filmes aclamados pela crítica, como falei anteriormente, ficaram de fora por que não tive tempo de ver como “Sob a Pele”, “Amantes Eternos”, “Relatos Selvagens”, “O Abutre”, “O Grande Hotel Budapeste” e “Boyhood”; outros esperarei pelo lançamento nos cinemas em 2015, como “Whiplash”, “Birdman” e “Foxcatcher”.

A lista é bem pessoal. Tenho certeza que sua lista tem alguns desses filmes, ou não, e figuram outros que não citei. Que tal compartilhar nos comentários a sua própria lista?

(Em nossa página no Facebook, nossos editores de cinema Lais Rilda e Evandro Lira também fizeram sua lista de melhores filmes assistidos de 2014. Não esqueça de dar um pulinho lá.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here