Sam Smith e Ed Sheeran são os principais vencedores do BRIT Awards 2015

Leia também:

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao...
Lais Rilda
Lais Rilda
Estudante de Rádio, TV e Internet e consequentemente apaixonada por audiovisual, passo a maior parte do tempo relacionando o que aprendo em sala de aula com o que vejo na vida real e na ficção.

Acabou agora a pouco o BRIT Awards 2015, a premiação aconteceu na Arena O2 em Londres. Liderando a lista de indicações liberada no dia 15/01, Sam Smith foi um dos destaques da cerimônia. Em segundo lugar na lista de indicações, Ed Sheeran e George Ezra se apresentaram na premiação.

Taylor Swift Kanye West também subiram ao palco para se apresentar no evento, assim como os três principais indicados da noite. Taylor abriu a cerimônia com o single “Blank Space” e arrasou na performance. Sam Smith ao lado de um piano e a frente de uma pirâmide de violinos e violoncelos encantou o público ao cantar “Lay Me Down”. Ed Sheeran subiu ao palco e aproveitou o momento para apresentar seu novo single “Bloodstream”.

- Publicidade -

Outros artistas se apresentaram na cerimônia, entre eles Paloma Faith e Madonna. Paloma que em uma apresentação belíssima – à La Cisne Negro com direito a “chuva” no palco – mostrou seu poder vocal ao cantar “Only Love Can Hurt Like This”. Madonna que há 20 anos não cantava na premiação entrou de capa preta com uma calda enorme cantando “Living For Love”, single do seu novo álbum “Rebel Heart”.

A capa, entretanto, atrapalhou a performance da artista ao puxá-la para trás fazendo Madonna cair dos degraus do centro do palco. Se foi falha da artista que não soltou como deveria a capa ou um erro de figurino (ou os dois?) não podemos afirmar com certeza, mas ainda assim ela continuou a performance com segurança e dançou durante a apresentação.

Por fim os principais vencedores da noite foram Ed Sheeran que ganhou nas categorias “Álbum Britânico do Ano” e “Artista Britânico Masculino”, além de Sam Smith que por sua vez venceu nas categorias “Destaque Britânico do Ano” e “Sucesso Global”. Confira a seguir a lista dos premiados:

Álbum Britânico do Ano
Alt-J – ‘This Is All Yours’
Ed Sheeran – ‘X’
George Ezra – ‘Wanted On Voyage’
Royal Blood – ‘Royal Blood’
Sam Smith – ‘In The Lonely Hour
Mark Ronson e Bruno Mars – “Uptown Funk”

Single Britânico do Ano
Calvin Harris – ‘Summer’
Clean Bandit Ft Jess Glynne – ‘Rather Be’
Duke Dumont Ft Jax Jones – ‘I Got U’
Ed Sheeran – ‘Thinking Out Loud’
Ella Henderson – ‘Ghost’
George Ezra – ‘Budapest’
Mark Ronson Ft Bruno Mars – ‘Uptown Funk’
Route 94 Ft Jess Glynne – ‘My Love’
Sam Smith – ‘Stay With Me’
Sigma – ‘Nobody To Love’

Destaque Britânico do Ano
Chvrches
FKA Twigs
George Ezra
Royal Blood
Sam Smith

Artista Britânica 
Ella Henderson
FKA Twigs
Jessie Ware
Lily Allen
Paloma Faith

Artista Britânico 
Damon Albarn
Ed Sheeran
George Ezra
Paolo Nutini
Sam Smith

Grupo Britânico
Alt-J
Clean Bandit
Coldplay
One Direction
Royal Blood

Vídeo Britânico do Ano
Calvin Harris – Summer
Charlie XCX – Boom Clap
Duke Dumont ft Jax Jones – I Got U
Ed Sheeran – Thinking Out Loud
Mark Ronson ft Bruno Mars – Uptown Funk
One Direction – You & I
Rita Ora – I Will Never Let You Down
Route 94 ft Jess Glynne – My Love
Sam Smith – Stay With Me
Sigma – Nobody To Love

Produtor Britânico
Alison Goldfrapp & Will Gregory
Flood
Jake Gosling
Paul Epworth

Artista Internacional Feminina
Beyonce
Taylor Swift
Lana Del Rey
Sia
St. Vincent

Artista Internacional Masculino
Beck
Hozier
Jack White
John Legend
Pharrell Williams

Grupo Internacional
The War On Drugs
5 Seconds Of Summer
The Black Keys
First Aid Kit
Foo Fighters

Prêmio da Crítica
James Bay
George The Poet
Years & Years

Sucesso Global
Sam Smith

- Publicidade -
- Relacionados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -

Últimos destaques:

A Grande Mentira | Crítica

Assistir Ian McKellen e Helen Mirren por uma hora e cinquenta minutos é sempre um prazer, mesmo quando o veículo não é lá...

Azougue Nazaré | Crítica

Uma terra com uma vasta variedade de culturas que culminam em diferentes religiões, o Brasil vem perdendo suas raízes com a ascensão do poderio...

As Panteras | Crítica

Hollywood fez mais uma vítima na sua não tão nova moda de reciclar franquias - a saudosa série As Panteras ("Charlie's Angels") ganhou uma...

Ford vs Ferrari | Crítica

A principal lição que se pode tirar do novo filme de James Mangold, é que não há nada que não fique 100% melhor com a...

Dora e a Cidade Perdida | Crítica

  A adaptação do desenho interativo Dora, a Aventureira, exibido no começo dos anos 2000 pelo canal Nickelodeon poderia ter seguido um caminho bem diferente e...
- Filmes recomendados -




More Articles Like This

- Publicidade -