Que Horas Ela Volta? é escolhido para representar o Brasil no Oscar 2016

Leia também:

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao...
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.

Regina Casé e Camila Márdila estrelam "Que Horas Ela Volta?' (Foto: Reprodução)
Regina Casé e Camila Márdila estrelam “Que Horas Ela Volta?’ (Foto: Reprodução)

O Ministério da Cultura decidiu na manhã desta quinta-feira (10/09) o filme nacional que irá representar o Brasil na campanha por uma indicação ao Oscar 2016. O longa escolhido foi “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert.

O filme, que conta com Regina Casé no elenco, tem se destacado com aplausos e prêmios da crítica e público nos principais festivais internacionais de cinema. O longa metragem foi premiado no Festival de Sundance com o título duplo de melhor atriz para Casé e Camila Márdila, sob decisão do júri; melhor filme no World Cinema Amsterdam 2015 e no RiverRun International Film Festival 2015, além de ser escolhido como melhor filme de ficção no Festival de Berlim 2015, onde também ganhou a Mostra Panorama.

- Publicidade -

” Que Horas Ela Volta?” foi o longa escolhido pelo MinC de uma lista de oito filmes, que incluía também o pernambucano “A História da Eternidade” e o longa “Casa Grande”.

A pernambucana Val (Regina Casé) se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino (Michel Joelsas) vai prestar vestibular, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.

- Publicidade -
- Relacionados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -

Últimos destaques:

Morto Não Fala | Crítica

Morto Não Fala, terror baseado no conto de Marco de Castro, é o filme de estreia de Dennison Ramalho....

Projeto Gemini | Crítica

Projeto Gemini passou por diversos cineastas até que pudesse cair nas mãos de Ang Lee. O diretor vencedor do Oscar por "O Segredo de...

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta Ang Lee estrelado por um...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às 18h com a presença do...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao público para acontecer. Sem apoio...
- Filmes recomendados -



More Articles Like This

- Publicidade -