Novo longa de Kleber Mendonça Filho, ‘Aquarius’ é um dos mais esperados pela ‘Cahiers du Cinema’

Sonia Braga (esq.), o diretor Kleber Mendonça Filho (centro) e Humberto Carrão (dir.) nas gravações de "Aquarius" (Foto: Pedro Sotero)
Sonia Braga (esq.), o diretor Kleber Mendonça Filho (centro) e Humberto Carrão (dir.) nas gravações de “Aquarius” (Foto: Pedro Sotero)

A revista francesa especializada em cinema “Cahiers du Cinema” incluiu o longa “Aquarius”, do cineasta pernambucano Kleber Mendonça Filho, na sua lista de filmes mais esperados de 2016. A relação de filmes citados pela publicação coloca a produção nacional ao lado de produções de diretores consagrados como Clint Eastwood, Pedro Almodovar e Xavier Dolan.

“Aquarius” conta a história de uma escritora e crítica de música aposentada residente do bairro de Boa Viagem no Recife. Perdeu o marido e tem três filhos e apresenta o estranho poder de viajar no tempo. Este é o segundo longa de Kleber Mendonça Filho, que traz de bagagem o sucesso de “O Som ao Redor”, escolha do Brasil para representar o país na disputa pelo Oscar de 2014 (o qual ficou de fora), além de ter ganhado vários prêmios em festivais ao redor do mundo.

O filme pernambucano teve como locações os bairros de Boa Viagem, Santo Antônio, Casa Forte, Campo Grande, Pina, Setúbal e Brasília Teimosa, além da Praia dos Carneiros, a 80 quilômetros da capital pernambucana. “Aquarius” também ganha destaque por trazer de volta ao cinema brasileiro a atriz Sônia Braga, que não participa de nenhuma produção cinematográfica nacional há quase 20 anos. Também estão no elenco Irandhir Santos, Maeve Jinkings, Humberto Carrão, Pedro Queiroz, entre outros.

Confira a lista dos filmes mais esperados de 2016 pela revista francesa “Cahiers du cinema”:

  • “Ma loute”, de Bruno Dumont
  • “Midnight special”, de Jeff Nichols
  • “Sully”, de Clint Eastwood
  • “The lost city of Z”, de James Gray
  • “La loi de la jungle”, de Antonin Peretjatko
  • “Julieta”, de Pedro Almodóvar
  • “Juste la fin du monde”, de Xavier Dolan
  • “O ornitólogo” de João Pedro Rodrigues
  • “Victoria”, de Justine Triet
  • “Love & friendship”, de Whit Stillman
  • “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho
  • “Toni Erdmann”, de Maren Ade

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui