- Publicidade -

Aquarius: distribuidora americana fará campanha pela indicação ao Oscar

Aquarius ganha uma nova chance na corrida pelo Oscar; distribuidora americana do filme de Kleber Mendonça Filho quer tentar indicação de Sônia Braga na categoria de Melhor Atriz.

Cena de Aquarius, com Irandhir Santos e Sônia Braga (Reprodução/Vitrine Filmes)
Cena de Aquarius, com Irandhir Santos e Sônia Braga (Reprodução/Vitrine Filmes)

- PUBLICIDADE -

Enquanto o Brasil, ao escolher o drama “Pequeno Segredo”, deixou de fora o longa Aquarius na disputa por uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2017, ainda há quem queira ver o filme de Kleber Mendonça Filho sendo reconhecido pela maior premiação do cinema.

A Vitagraph Films, distribuidora do filme Aquarius em território americano, irá ser a responsável pela campanha da produção brasileira para conquistar a academia e tentar uma indicação ao Oscar. A esperança é que a atriz Sônia Braga consiga uma nomeação a categoria de Melhor Atriz.

- Advertisement -

A informação foi confirmada pelo cineasta Kleber Mendonça Filho durante o Festival de Cinema de Zurique, na Suíça – onde o filme foi exibido em competição – e noticiada neste domingo (25/09) pelo Screen Daily. Segundo a publicação, o diretor revelou que a campanha começará daqui a duas semanas, com um jantar em Los Angeles. Aquarius chega aos cinemas dos Estados Unidos em 14 de outubro, depois de sua estreia no New York Film Festival.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Aquarius tem gerado uma grande repercussão após sua estreia no Festival de Cannes, onde foi bem recebido pela crítica. No tapete vermelho, produção e elenco do filme fizeram um protesto com o impeachment da atual ex-presidenta Dilma Rousseff, que deixou o cargo permanentemente no dia 1 de setembro, mesmo dia em que Aquarius foi lançado nos cinemas brasileiros.

A comissão de seleção da escolha do Brasil para concorrer a uma indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro foi presidida pelo crítico de cinema Marcos Petrucelli, o mesmo que havia sido um dos maiores críticos da manifestação da equipe de Aquarius no tapete vermelho de Cannes; o mesmo chegou a acusar o diretor do longa de estar “no bolso do governo Dilma”, de acordo com o Screen Daily.

Kleber Mendonça Filho, embora não tenha sido surpreendido com a não escolha de Aquarius pela comissão brasileira do Oscar, disse estar chateado e deseja que o filme ainda seja reconhecido. “A única chatice real é a campanha do Oscar. É quase como crítica de cinema: não é sobre qual é o melhor filme, é sobre qual filme é o mais prestigiado. E Aquarius é um filme mais prestigiado do Brasil em muitos anos”, contou.

- PUBLICIDADE -
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.
Leia mais em:

Conteúdo relacionado:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here