Início Cinema La La Land: musical vence o Festival de Toronto com aprovação do...

La La Land: musical vence o Festival de Toronto com aprovação do público

Estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling, musical "La La Land - Cantando Estações" venceu o Festival Internacional de Cinema de Toronto; longa só deve chegar ao Brasil em 2017.

Emma Stone e Ryan Gosling estrelam "La La Land" (Reprodução/Lionsgate)
Emma Stone e Ryan Gosling estrelam “La La Land” (Reprodução/Lionsgate)

O Festival Internacional de Cinema de Toronto chegou ao fim no último domingo (18/09) consagrando o musical “La La Land – Cantando Estações” como o preferido do público, que determina o maior destaque da seleção do festival.

Além de ganhar o Prêmio do Público e US$15 mil, “La La Land” recebeu ótimas críticas e foi ovacionado nas sessões durante o festival, que serve como termômetro para o Oscar. Embora o júri seja formado pelo público, diferente do prêmio máximo do cinema, cujo júri é formado por uma academia, o Festival de Toronto já premiou cinco longas que se deram bem também no Oscar – “Beleza Americana”, “Carruagens de Fogo”, “O Discurso do Rei”, “Quem Quer Ser Um Milionário?” e “12 Anos de Escravidão”.

La La Land é estrelado por Emma Stone, que interpreta a aspirante a atriz Mia, que tenta a sorte na cidade de Los Angeles ao lado do músico de jazz Sebastian (Ryan Gosling). Ainda que se passe nos tempos atuais, o longa chamou atenção da crítica e do público pelas bem produzidas sequências musicais, que lembram a bem sucedida safra Hollywoodiana das décadas de 1940 e 50. A estreia nos EUA, com distribuição pela Lionsgate, está marcada para 2 de dezembro. No Brasil, a Paris Filmes só deve lançá-lo em 12 de janeiro de 2017.

Confira o trailer:

- Publicidade -
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Em alta