The House That Jack Built: novo longa de Lars von Trier terá Uma Turman e pode estrear em Cannes

Após piada polêmica envolvendo o nazismo e ter sido banido de Cannes, Lars von Trier tenta voltar a Cannes com The House That Jack Built.

Lars von Trier em foto de divulgação de "The House That Jack Built" (Foto: Reprodução)
Lars von Trier em foto de divulgação de “The House That Jack Built” (Foto: Reprodução)

Lars von Trier se prepara para lançar mais um trabalho após uma sequência de longas polêmicos como “Anticristo” (2009), “Melancolia” (2011) e “Ninfomaníaca” (2013). Rodando seu novo filme, The House That Jack Built, o cineasta pretende buscar o perdão de Cannes e estrear a produção no festival em 2018.

Há seis anos, Lars von Trier está banido do Festival de Cannes por fazer uma piada relacionada ao nazismo. Após o ocorrido, o cineasta recebeu do festival o título de “persona non grata”. Antes disso, o diretor já foi um dos queridinhos de Cannes, levando a Palma de Ouro pelo filme “Dançando no Escuro” (2000). Em coletiva de imprensa na Suécia, von Trier afirmou estar tentando voltar a pisar no mais cobiçado festival de cinema do mundo.

“Tenho conversado com pessoas que conheço em Cannes e… é, talvez”, disse o diretor de “Dogville” (2003).

Protagonizado por Matt Damon (“Perdido em Marte”), The House That Jack Built – que falará sobre um serial killer – recebeu a adição de Uma Turman (“Kill Bill”) ao elenco. Dillon irá interpretar o serial killer Jack, que via em cada vítima uma obra de arte e terá seus doze anos de crimes relatados no longa. Thurman será uma de suas cinco vítimas; a atriz Riley Keough (“Mad Max: Estrada da Fúria”), que também está confirmada no elenco, irá interpretar outra vítima.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui