Com bilheteria fraca, Power Rangers pode não ter continuação

Fracasso na bilheteria mundial, Power Rangers não arrecadou dinheiro suficiente para cobrir gastos do primeiro filme e continuação não deve sair do papel.

Power Rangers (Divulgação/Lionsgate)
Power Rangers (Divulgação/Lionsgate)

Embora tenha obtido uma abertura satisfatória nos EUA – arrecadação de US$40,5 milhões – as semanas seguintes por lá e também no resto do mundo não foram muito bem para o reboot dos Power Rangers nos cinemas.

O longa lançado pela Lionsgate e Saban arrecadaram apenas US$130 milhões no somatório do mercado americano e internacional. Para o estúdio, tal número é considerado um fracasso já que o orçamento do longa foi de US$100 milhões e mais US$200 milhões foram gastos em publicidade ao redor do mundo.

Com estes resultados, é quase improvável que o filme ganhe uma continuação nos cinemas. As últimas esperanças de recuperação, ainda que pouco prováveis, está no mercado asiático, onde o filme ainda não estreou em países como China, Japão e Coreia do Sul.

Dirigido por Dean Israelite, o longa é baseado na origem da série dos super-heróis que estão a mais tempo no ar na TV americana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui