Início Cinema Oscar 2018 terá novas regras para eleger documentários e animações

Oscar 2018 terá novas regras para eleger documentários e animações

Mudanças nas regras de votação do Oscar devem prejudicar documentários de longa duração e animações independentes e estrangeiras.

Oscar (Foto: Reprodução)

A academia de Artes e Ciências Cinematográficas mudou nesta sexta-feira (07) duas regras de elegibilidade para os indicados ao Oscar 2018. Segundo o Deadline, as mudanças afetam as categorias de melhor documentário e melhor filme de animação.

A partir do Oscar 2018, os filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme de Animação passam a ser escolhidos por todos os membros votantes da academia. Antes, os votos eram definidos apenas por um grupo de membros que atuam na área de animação. Como consequência, aspectos mais técnicos podem ser deixados de lado, prejudicando filmes estrangeiros ou de produção independente e favorecendo os blockbusters. Neste ano, a categoria recebeu 3 indicações para blockbusters (“Kubo e as Cordas Mágicas”, “Moana: Um Mar de Aventuras” e “Zootopia: Essa Cidade é o Bicho”) e apenas duas de filmes estrangeiros (“Minha Vida de Abobrinha” da Suíça e o japonês “A Tartaruga Vermelha”), número que pode ser reduzido ou mesmo chegar a zero no próximo ano.

Já na categoria de Melhor Documentário, a Academia proibiu a indicação de documentários divididos em parte. A mudança na categoria ocorre após “O. J. Made in America” ter vencido o Oscar em janeiro deste ano. A produção tem 8 horas de duração e foi exibida na íntegra no Festival de Sundance, mas só chegou ao grande público quando foi ao ar na televisão pelo canal ESPN dividido em 5 partes. Até o Oscar 2017, não havia proibição à exibição em partes, portanto que houvesse em algum momento a exibição na íntegra, o que tornou “O. J. Made in America” elegível. A manobra não será mais permitida e o documentário deve estrear apenas na íntegra, o que deve prejudicar documentários como “Five Came Back”, da Netflix, que iria usar da mesma façanha que o vencedor de 2017 para tentar uma indicação na cerimônia de 2018.

Outras mudanças mais sutis foram realizadas – a eleição dos indicados acontecerá por ordem de prioridade, como é feito na escolha dos vencedores da categoria de melhor filme (antes, a escolha dos indicados era feita por soma de pontos); muda também a plataforma de exibição dos filmes – agora podem ser indicados os filmes exibidos por streaming ou lançados diretamente em mídia física (DVD e/ou Blu-Ray).

Os indicados ao Oscar 2018 serão anunciados no dia 23 de janeiro e a cerimônia acontece em 4 de março de 2018.

- Publicidade -
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas do site





Mais lidas