- Publicidade -

‘Diamante, O Bailarina’ vence o Cine PE 2017; confira os premiados

Filme sobre boxeador gay e drag queen, "Diamante, o Bailarina" venceu três categorias do Cine PE, que anunciou os vencedores em cerimônia no Cinema São Luiz no Recife.

Diamante, o Bailarina (Foto: Reprodução)
Diamante, o Bailarina (Foto: Reprodução)

- PUBLICIDADE -

Depois de ser adiado duas vezes – na segunda, em consequência da retirada de alguns filmes por seus realizadores em consequência da seleção de “O Jardim das Aflições”, cinebiografia sobre Olavo de Carvalho e sua ideologia política de direita – o Cine PE foi realizado e chegou ao fim na noite desta segunda-feira (03) com a premiação das mostras competitivas.

Sob votação do júri especializado e do júri popular (pela internet), O Jardim das Aflições acabou vencendo as categorias de melhor filme do festival, indo contra a maré de protestos que cercaram o Cine PE na época do anúncio da sua primeira programação. O longa de Josias Teófilo recebeu ainda um terceiro prêmio, de Melhor Montagem.

- Advertisement -

Na Mostra de Curtas-Metragens Pernambucanos, o longa Los Tomates de Carmelo de Danilo Baracho venceu três categorias, incluindo melhor filme e melhor direção. Autofagia, de Felipe Soares, também levou três prêmios – direção de arte, melhor ator e escolha do júri popular.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Já a Mostra de Curtas-Metragens Nacionais premiou Diamante, o Bailarina de Pedro Jorge como melhor filme, que também levou o Prêmio Canal Brasil de Curtas. O longa que conta a história de um boxeador gay e drag queen ganhou ainda o prêmio de melhor direção de arte.

Confira a lista completa de vencedores:

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS PERNAMBUCANOS 

Melhor Filme – Los Tomates de Carmelo (PE), Danilo Baracho
Melhor Direção – Danilo Baracho, Los Tomates de Carmelo (PE)
Melhor Roteiro – Marcelo Cavalcante, Marina e o pássaro perdido (PE)
Melhor Fotografia – Danilo Baracho, Los Tomates de Carmelo (PE)
Melhor Montagem – Marcus Paiva, “Soberanos da Resistência (PE)
Melhor Edição de Som – Sérgio Kyrilos, “Marina e o pássaro perdido” (PE)
Melhor Trilha Sonora – Carlos Ferrera, “Soberanos da Resistência” (PE)
Melhor Direção de Arte – Felipe Soares, “Autofagia” (PE)
Melhor Ator – Emanuel David D`Lúcard, “Autofagia” (PE)
Melhor Atriz – Brenda Lígia, “Aqui Jaz” (PE)
JURI POPULAR – “Autofagia” (PE), Felipe Soares
PREMIO DA CRÍTICA – “Entre andares” (PE), Aline van der Linden e Marina Moura Maciel

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS NACIONAIS 

Melhor Filme – “Diamante, o Bailarina” (SP), Pedro Jorge
Melhor Direção – Day Rodrigues e Lucas Ogasawara, Mulheres Negras: projetos de mundo (SP)
Melhor Roteiro – Olimpio Costa e Mauricio Nunes, O Ex-Mágico (PE)
Melhor Fotografia – Pedro Maffei, Retratos da Alma (DF)
Melhor Montagem – Márcio Miranda Perez, Quando os dias eram eternos (SP)
Melhor Edição de Som – Jefferson Mandú, O Ex-Mágico (PE)
Melhor Trilha Sonora – Claudio Nascimento, O Ex-Mágico (PE)
Melhor Direção de Arte – Daniela Aldrovandi, Diamante, o Bailarina (SP)
Melhor Ator – Eucir de Souza, Sal (SP)
Melhor Atriz – Helena Albergaria, O Tronco (SP)

MENÇÃO HONROSA DO JÚRI – Luiza (PR), Caio Baú
JURI POPULAR – Mulheres Negras: projetos de mundo (SP), Day Rodrigues e Lucas Ogasawara
PREMIO DA CRÍTICA – O Ex-Mágico (PE), Olimpio Costa e Mauricio Nunes PRÊMIO

CANAL BRASIL DE CURTAS:
Diamante, o Bailarina (SP), Pedro Jorge

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS: 

Melhor Filme – O Jardim das Aflições (PE), Josias Teófilo
Melhor Direção – Edu Felistoque, Toro (SP)
Melhor Roteiro – Edu Felistoque, Julio Meloni, Toro (SP)
Melhor Fotografia – Alex Lopes, João Atala, Raul Salas, Natalia Sahlit, Inti Briones, O Crime da Gávea (RJ)
Melhor Montagem – Matheus Bazzo e Daniel Aragão, O Jardim das Aflições (PE)
Melhor edição de som – Guilherme Picolo, Lucas Costabile, Toro (SP)
Melhor Trilha Sonora – Nancys Rubias , She Devils , Kumbia Queers, Los Leones (MG)
Melhor Direção de Arte – Lúcia Quental, O Crime da Gávea (RJ)
Melhor Ator Coadjuvante – Rodrigo Lampi, Toro (SP)
Melhor Atriz Coadjuvante – Aline Fanju, O Crime da Gávea (RJ)
Melhor Ator – Mário Bortolotto, Borrasca (SP)
Melhor Atriz – Simone Spoladore, O Crime da Gávea (RJ)
JURI POPULAR – O Jardim das Aflições (PE), Josias Teófilo

PREMIO DA CRÍTICA – “Los Leones” (MG), André Lage

- PUBLICIDADE -
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.
Leia mais em:

Conteúdo relacionado:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here