RuPaul’s Drag Race ganhará versão brasileira pela produtora do Masterchef

Versão brasileira do reality show terá participação de RuPaul, convidados famosos e contará com o formato idêntico ao original americano.

Leia também:

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao...
Paulo Cavalcante
Paulo Cavalcantehttp://www.cafedeideias.com
Professor, atua na internet há mais de dez anos produzindo conteúdo sobre séries e cinema, aprecia a sétima arte e a dramaturgia para as diferentes telas.

RuPaul's Drag Race (Divulgação/Endemol Shine)
RuPaul’s Drag Race (Divulgação/Endemol Shine)

“Start your engines and may the best woman win”. Os brasileiros muito em breve poderão ouvir essa frase icônica do RuPaul na TV, numa versão traduzida. É que a Endemol Shine – produtora do “Masterchef” – comprou os direitos de licenciamento do RuPaul’s Drag Race para o Brasil! A informação é do jornalista Isaque Criscuolo, da Meio&Mensagem.

O fomrato do RuPaul’s Drag Race está no ar desde 2009 nos EUA, reunindo a cada temporada um time drag queens competindo entre si em provas de beleza, maquiagem, costura, atuação, stand comedy e provando para RuPaul e os jurados quem tem mais carisma, singularidade, coragem e talento. Pouco tempo depois da estreia em território americano, o reality chegou por aqui no VH1 como “RuPaul e a Corrida das Loucas”, mas só conquistou o público brasileiro e ficou conhecido quando entrou para o catálogo da Netflix.

- Publicidade -

Diretora geral da Endemol Shine Brasil, Juliana Algañaraz disse à publicação que o crescimento da popularidade do reality nas redes sociais e o fato de ter caído no gosto dos brasileiros contribuiu para trazer o reality para o país, que tem uma comunidade de fãs bastante engajada. “Agora temos os direitos de produção do formato no Brasil”, acrescentou Eduardo Gaspar, diretor criativo da Endemol.

A versão nacional será chamada de “RuPaul’s Drag Race Brasil”, título que teve  benção do próprio RuPaul. O projeto está em fase de comercialização, ou seja, ainda não foi fechado contrato com nenhuma emissora.“No momento estamos vendendo cotas de patrocínio para marcas e depois vamos oferecer para os canais. Este projeto tem potencial para ser branded content, afinal, diferente de outros projetos, é algo que vai gerar tendência. Consideramos a ‘next big thing’”, contou Juliana à Meio&Mensagem.

Ao longo de 11 temporadas (nove de Rupaul’s Drag Race e duas de Rupaul’s Drag Race All Stars), o programa se tornou referência ao mostrar ao mundo a cultura drag e discutir a diversidade da comunidade LGBTQA+, inserindo nesse contexto marcas interessadas em trabalhar com o tema. “Estamos muito felizes de representar esse formato no Brasil e poder gerar conteúdo de qualidade sobre o mundo drag, cuja cena nacional está ganhando cada vez mais espaço. Hoje temos Pabllo Vittar, Gloria Groove, Aretuza Love… e muitas outras drags”, diz Eduardo.

Sem apresentador confirmado, a única certeza é que uma participação de RuPaul na versão brasileira do reality está confirmada. “Ele tem um desejo pessoal de vir ao Brasil e quer pessoalmente participar o máximo possível. De alguma forma teremos a participação dele”, disse Juliana. “Estamos trabalhando criativamente para viabilizar a presença do Rupaul em todos episódios ou em alguns deles”, contou Eduardo.

Na versão original, o reality conta com diversas personalidades da mídia como jurados convidados – já passaram pela bancada nomes como Lady Gaga, Cher, Lisa Kudrow e Raven (da série “As Visões da Raven”) – e o mesmo deverá acontecer por aqui. “Como no formato original, conseguiremos trazer gente muito importante do cenário nacional para participar dos episódios”, prometeu Eduardo.

O elenco, data de estreia, número de episódios e emissora que vai exibir o programa ainda não foram definidos. “Não temos nenhum nome para divulgar, pois no momento estamos focados em vender o formato”, conta.

Uma coisa é certa – a partir de agora, os fãs estarão roendo as unhas esperando por mais notícias sobre o programa.

- Publicidade -
- Relacionados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -

Últimos destaques:

Azougue Nazaré | Crítica

Uma terra com uma vasta variedade de culturas que culminam em diferentes religiões, o Brasil vem perdendo suas raízes...

As Panteras | Crítica

Hollywood fez mais uma vítima na sua não tão nova moda de reciclar franquias - a saudosa série As Panteras ("Charlie's Angels") ganhou uma...

Ford vs Ferrari | Crítica

A principal lição que se pode tirar do novo filme de James Mangold, é que não há nada que não fique 100% melhor com a...

Dora e a Cidade Perdida | Crítica

  A adaptação do desenho interativo Dora, a Aventureira, exibido no começo dos anos 2000 pelo canal Nickelodeon poderia ter seguido um caminho bem diferente e...

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio | Crítica

Apostar em mais um capítulo da franquia Exterminador do Futuro é uma atividade que tem se mostrado perigosa nos últimos anos, que o diga Emilia Clarke...
- Filmes recomendados -


More Articles Like This

- Publicidade -