Conhecendo Bruges, na Bélgica

Acordar cedo no frio é uma coisa complicada. É como acordar cedo no final de semana; o universo conspira por mais uns minutos de sono e você acaba insistindo em contrariá-lo. Foi assim, lutando contra o cansaço, o sono e o frio que começou o dia de conhecer uma joia rara localizada na Bélgica: Bruges!

No início desse ano, Fernanda Souza e Thiago André fizeram uma eurotrip. Dentre os stories da apresentadora do #VaiFer, um me chamou a atenção: aquele que dizia ao público-amigo que, se um dia fossem à Bélgica, não deixasse de tentar conhecer Bruges. Confesso que fiquei com isso na cabeça um tempo e, quando surgiu a oportunidade de ir para Bélgica, essa foi a primeira coisa me veio à cabeça.

Pegar meu primeiro trem para viajar na Europa, correndo para comprar algo para comer antes dele chegar (aqui é tudo bem pontual!), e andar quase uma hora no metrô valeu muito a pena. Não apenas pela experiência, mas, principalmente, por ter podido explorar Bruges.

Larissa Ramos/Arquivo Pessoal
Larissa Ramos/Arquivo Pessoal

Logo quando saímos da estação, confesso, embora já tenha achado a cidade bonita, a quantidade de verde me chamou a atenção. É muito verde! E eu realmente amo paisagens assim… enquanto tentávamos nos localizar, mais uma vez com o auxílio do GPS louco, acabamos encontrando a entrada de um “parque”. Passamos uns minutos à beira do rio (que depois descobriríamos que era lago) enquanto eu servia de modelo para uma das minhas fotografas preferidas – Já adianto que modelar não é comigo!

A medida que fomos andando e fui conhecendo mais e mais coisas fui me encantando com Bruges. A cidade é absurdamente linda! Para quem conhece Amsterdam, dizem que é parecida. Eu, obviamente, só poderei dar essa informação daqui uns dias! Voltando…

Bruges é uma cidade linda! E logo descobrimos q o Minewater é conhecido como The Lake of Love (o lago do amor), e a tradição belga diz que os casais que cruzarem-no juntos permanecerão unidos para sempre. O que basicamente significa que devo acabar meu namoro e casar com Sara! Haha Depois de atravessarmos o lago, observamos as construções antigas, exatamente como aquelas cidades que vemos da Europa nos filmes, sabem? Só que aqui eu podia realmente tocar nas paredes!

Bruges é quase uma cidade romântica, cheia de ciclistas e aquelas charretes à Central Park. Uma coisa interessante é o número de igrejas e o quanto que elas são verdadeiros monumentos arquitetônicos. Em alguns momentos da vontade só de ficar parado ali, apreciando, admirando e imaginando como é possível que alguém tenha feito tanta coisa linda!

Chegando ao centro começam as milhares de lojas de souvenir e logo chegamos ao Market Place, mesmo estilo da Grand Place, só que aqui tem várias lojas e testaurantexinjos. Confesso que queríamos comer comida de gente mas não encontramos, então acabamos comendo numa hambúrgueria que foi eleita a melhor de Bruges! Não preciso dizer o quanto aqueles euricos doeram ao sair do meu bolso né?! Mas era realmente muito bom, assim como os onion rings e as fries!

Larissa Ramos/Arquivo Pessoal
Larissa Ramos/Arquivo Pessoal

Saindo de lá e depois de andarmos tanto tanto resolvemos que já era hora de deixarmos a cidade antes que eu acabasse querendo viver por lá! Haha o trem na volta foi mais um momento para processar tudo o que estava acontecendo, tudo que minha retina havia captado e como o mundo é lindo, maravilhoso, diversificado e PRECISA SER EXPLORADO!

Como teríamos que sair do ape às 5h para pegarmos nossos voos, sabíamos que teríamos que ir dormir cedo, então, jantamos num restaurante tailandês meio estilo Subway, comemos nossos últimos waffles e fui sofrer por abandonar esse país tão belo mas com a certeza de que ainda tem muita coisa linda para conhecer dividir com vocês!

Querem saber como foi a chegada real a Bublin, primeiro bus e primeira aula?! Então voltem pra conferir o próximo post!

See you soon

Xoxo

1 COMENTÁRIO

  1. Oi! Lembro quando tinha sua idade e das muitas viagens que fiz. Tudo era belo e maravilhoso! Aproveite…seja feliz!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here