- Publicidade -

Lari Pelo Mundo – Conhecendo os tradicionais Irish Pubs…

Numa cidade tão famosa pelo quanto se bebe, algumas coisas são paradas obrigatórias. Então, vem que eu conto (minha primeira) experiência num Irish Pub!

A primeira quinta feira em Dublin foi mais um dia cheio de novidades (e como não seria com minha primeira visita a um Irish Pub?!)! Finalmente consegui tomar meu primeiro café no hostel! (Ouvi um viva?!)mas já vou  adiantando que não é nada de outro mundo…

Basicamente consiste em pão de forma (normal e integral), bolacha/biscoito (viram como tou da paz?!) maria, margarina, manteiga de amendoim, geleia de morango, cream cheese, NUTELLA, iogurte, dois sucos (frutas vermelhas e frutas cítricas), ambos com gosto de água, e água quente com chá e café como opções. Mas eh aquele negocio, tá na chuva é pra se molhar, e comi meu primeiro pão com Nutella (ou seria Nutella com pão?!) e o primeiro com manteiga de amendoim e, preciso confessar que já encontrei emu café da manhã de todos os próximos dias…
Saindo do Hostel fomos dar aquela velha turistada, afinal, é pra isso que estamos aqui, né nom?! E decidimos visitar o Pub mais famoso de Dublin (mas não o mais antigo!) que, inclusive, deu seu nome ao bairro, Temple Bar. Lá descobri que existe um “título” por aqui, para os bares realmente tradicionais! O temple, óbvio, está entre eles! Depois de tirar umas fotos, glorificar Pernambuco (porque senão não seria eu), fomos almoçar (na McDonalds porque sim) para ir para aula.
A aula em si não tem tanto o que dizer, mas depois dela resolvemos experimentar nosso primeiro pub irish de verdade. Como assim irish de verdade?! Bom… a Irlanda é conhecida pelo quanto que seus cidadão bebem, então tem pub em toda esquina, mas nem todos são realmente tradicionais, aqueles frequentados REALMENTE por irlandeses. Enquanto procurávamos, aproveitei para mandar um link de uma câmera ao vivo de Dublin para que minha família pudesse me ver haha
E, depois de rodar um bom tempo lá pelo Temple Bar, acabamos dando de cara com um segurança brasileiro que nos fez uma indicação e tcharanran ENCONTRAMOS O MELHOR IRISH PUB DE TODOS! Definitivamente meu lugar preferido por aqui (Sim, talvez seja cedo mas tou começando a acreditar em amor à primeira vista)!
O “bad ass” (por favor, mãe, pai, família e menotes de 18 não googlem a tradução!) é simplesmente sensacional… bem clima irlandês mesmo e com músicas ao vivo (clica aí no “ao vivo” para ver um trechinho!) (E aqui não se paga couvert, tá?)! Foram dois cantores que iam de musicas irlandesas as mais conhecidinhas por nós – Tipo Ed Sheeran, que é de família irlandesa! Foi lá que descobri o quanto que “Roling no the river” é sucesso por aqui, só não sei ainda o porque! Se alguém souber, por favor, me conte!
Depois de uns Cosmopolitans, de desbloquear (finalmente – conto no PS!) o meu cartão, voltamos para o hostel com a certeza de que, enfim, comecei a realmente experienciar do que é a vida por aqui. É claro que ainda falta muito mas já foi um bom começo!
Amanhã, se tudo der certo, vai ser um dia ainda mais especial! Então, vem comigo que amanhã eu conto!
 
See you soon!
 
Xoxo.
Ps.: para trazer o dinheiro para cá eu decidi criar uma conta num banco alemão, algo como um Nubank no Brasil! Criar foi super fácil, em menos de uma semana meu cartão já tinha chegado na casa de um amigo aqui na Irlanda. No dia que peguei com ele tentei desbloquear e aí… que inferno! Tentei absurdamente e não pegava! Como o cartão era europeu, precisei ligar para o atendimento e, adivinhem… em alemão! Hahahaha depois de muito tempo tive a brilhante ideia de ligar para a filial da Irlanda, não era português, era inglês, mas naquela altura qualquer coisa era melhor que alemão… (Por sinal, é bom colocar francês e alemão na lista de próximos idiomas!) Liguei para lá e aí veio a notícia: a rede Mastercard estava em manutenção e só no dia seguinte conseguiria desbloquear… exatamente 00:01 e com apenas 10 euros na carteira, enfim, consegui desbloquear o cartão e voltar a ser gente! Haha
- PUBLICIDADE -

 

- PUBLICIDADE -
Larissa Ramos
Larissa Ramos
Bacharela em Direito, advogada e concurseira, apaixonada por séries, filmes, livros e música. Sonha com a chance de viver como atriz e se derrete com histórias de amor. Seu grande ícone é Audrey Hepburn.

Conteúdo relacionado:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here