Brasil tem duas indicações ao Oscar 2018; conheça os indicados

Carlos Saldanha concorre ao Oscar por "O Touro Ferdinando"; já o produtor Rodrigo Teixeira comentou a indicação de "Me Chame Pelo Seu Nome" para Melhor Filme.

Carlos Saldanha, cineasta indicado ao Oscar 2018 pela animação "O Touro Ferdinando" (Foto: Reprodução/Youtube)
Carlos Saldanha, cineasta indicado ao Oscar 2018 pela animação “O Touro Ferdinando” (Foto: Reprodução/Youtube)

O Brasil estará bem representado no Oscar 2018. Com o anúncio das nomeações para 90ª cerimônia do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas na manhã desta terça-feira (23), dois brasileiros concorrem ao prêmio máximo do cinema Hollywoodiano – Carlos Saldanha e Rodrigo Teixeira.

Carlos Saldanha concorre na categoria de melhor filme de animação com O Touro Ferdinando (“Ferdinand”). O cineasta já foi indicado ao Oscar em 2004 pelo curta de animação Aventura Perdida de Scrat (“Gone Nut”), derivado da franquia “A Era do Gelo”. O longa de animação tem um concorrente forte na categoria – o premiado “Viva – A Vida É Uma Festa”, da Disney.

Já Rodrigo Teixeira disputa o Oscar de melhor filme por Me Chame Pelo Seu Nome (“Call Me By Your Name”). O brasileiro é o fundador da produtora RT Features, que deu o seu grande passo no mercado internacional com essa adaptação do livro de André Aciman dirigida por Luca Guadagnino. Teixeira é vencedor do Gotham Awards de melhor filme por “Me Chame Pelo Seu Nome” e do Independent Spirit Awards pelo terror A Bruxa (“The VVitch – A New-England Folktale”), na categoria de melhor filme de estreia.

Rodrigo Teixeira ao lado de equipe e elenco de "Me Chame Pelo Seu Nome", indicado ao Oscar 2018 de melhor filme (Divulgação/RT Features)
Rodrigo Teixeira ao lado de equipe e elenco de “Me Chame Pelo Seu Nome”, indicado ao Oscar 2018 de melhor filme (Divulgação/RT Features)

Rodrigo Teixeira se pronunciou sobre a indicação ao Oscar: “com certeza, este é um momento muito especial. Estou emocionado com as indicações para ‘Me Chame Pelo Seu Nome’, um filme do qual me orgulho muito, que passa uma mensagem tão necessária e também lisonjeado de poder estar no Oscar ao lado de grandes nomes da história do cinema e de quem sou fã”, comemora. “Há anos comecei a planejar minha carreira no mercado internacional, um caminho longo, de muita perseverança, ao lado de uma equipe talentosa. Assim, começamos a investir em projetos, ampliamos o portfólio da RT e, cada vez mais, passamos a ter acesso a roteiros e diretores de grande relevância, como Luca Guadagnino e o ‘Me Chame pelo Seu Nome’. Sinto que conquistei mais do que esperava”, completa o produtor brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui