Assassinato no Expresso Oriente (Divulgação/Fox Film)
Assassinato no Expresso Oriente (Divulgação/Fox Film)

Provavelmente o filme com mais plot twists de 2017, Assassinato no Expresso do Oriente (“Murder on the Orient Express”) prende o espectador do início ao fim, trazendo a cada nova sequência mais uma infinidade de possibilidades. Cada detalhe desta segunda adaptação baseada no livro homônimo de Agatha Christie tem um porquê e, de algum modo, nada escapa do encaixe perfeito do filme dirigido, produzido e estrelado por Kenneth Branagh.

No que concerne às estrelas que abrilhantam o filme, um verdadeiro elenco de peso vem transformar a magia da história de Christie. Entre todos os 14 principais personagens não há um só que deixe a desejar. É bem verdade que isso já seria esperado num elenco com Josh Gad (“A Bela e A Fera”), Willem Defoe (“Homem-Aranha”), Michelle Pfeifer (“Batman: O Retorno”), Johnny Depp (“Piratas do Caribe”), Daisy Ridley (“Star Wars: O Despertar da Força”), Judi Dench (“Shakeaspeare Apaixonado”), entre outros. Mas o filme traz mais, muito mais.

E permitam-me discordar aqui de parte da crítica que acredita que a nova versão deveria trazer novas surpresas. Quem vê filmes baseados em livros que já leu, via de regra, quer uma adaptação correspondente, e é exatamente o que ocorre – e com maestria. O filme é absurdamente fantástico e merece ser visto.

Ademais, para aqueles que gostam do gênero, sobretudo aqueles que apreciam o Sherlock Holmes de Benedict Cumberbatch (para mim, melhor versão do detetive mais famoso do mundo), o personagem de Branagh – Hercule Poirot – não fica devendo em nada ao detetive de Conan Doyle, sendo tão genial quanto o anterior, mas com uma pitada a mais de emoção. O fato é que existe o certo e o errado, mas Poirot aprende que as coisas podem ser relativas.

Não é necessário que seja fã do gênero suspense para gostar do filme, basta apenas que se tenha prazer em deleitar-se com produções inteligentes, com elenco brilhante e extremamente bem produzido. Sem dúvidas, Assassinato no Expresso do Oriente foi uma grande (e melhor) surpresa de 2017.

REVIEW GERAL
Assassinato no Expresso do Oriente ( Murder on the Orient Express, 2017, EUA)
COMPARTILHAR
Artigo anterior‘Liga da Justiça’ é o filme mais assistido da Warner Bros. Pictures no Brasil
Próximo artigoCrítica: Extraordinário
Larissa Ramos

Bacharela em Direito, advogada e concurseira, apaixonada por séries, filmes, livros e música. Sonha com a chance de viver como atriz e se derrete com histórias de amor. Seu grande ícone é Audrey Hepburn.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here