Lari Pelo Mundo – Sobre roomates e despedidas…

Não tem como não lembrar de Lilo & Stitch com tudo que tem acontecido por aqui. Ou melhor, com os roomates que têm acontecido por aqui.

Leia também:

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao...
Larissa Ramos
Larissa Ramos
Bacharela em Direito, advogada e concurseira, apaixonada por séries, filmes, livros e música. Sonha com a chance de viver como atriz e se derrete com histórias de amor. Seu grande ícone é Audrey Hepburn.

Lari Pelo Mundo – Sobre roomates e despedidas…
Dublin é uma cidade maravilhosa! Cada cantinho desse lugar parece que foi feito de maneira especial para encantar. É a história viva junto à modernidade, é o clima e a paisagem da Europa com o calor de um povo quase brasileiro. É toda a mística que os irlandeses carregam junto com seus corações maiores que o mundo. Pra mim, tem sido um renascimento, uma redescoberta e, principalmente, o surgimento de uma nova família: meus roomates. Mas calma aí que a gente chega lá…

A quinta em Dublin, depois de uma quarta na Dicey’s, não tem como ser muito movimentada. Motivo pelo qual, faço questão de aproveitar essa calmaria para contar o que aconteceu ontem, quando parei com Fla para comer na McDonald’s da O’Connell, afinal, a melhor coisa de sair de noite é ter a desculpa pra comer besteira depois, certo? Sim, certo! HAHA

Pedimos nossos lanches e ficamos lá, conversando enquanto comíamos – depois de bater um papo com o segurança (brasileiro, óbvio!). Em dado momento, a mesa ao lado foi desocupada e um senhor – perto dos seus 60 anos, imagino – sentou ao nosso lado. Ele nos olhou com aquele olhar característico de quando você nota que a pessoa em questão não está falando o idioma do país. Ele nos perguntou de onde éramos e começamos a conversar. Então, naturalmente, surgiu a pergunta: “o que vocês estão fazendo aqui?”

- Publicidade -

Explicamos que eu vim estudar por um mês, e que Flávia passaria os 8 meses, ao menos inicialmente; motivo pelo qual, ela estava procurando emprego enquanto eu, bom, eu estava só curtindo mesmo HAHA E, assim, nós descobrimos sobre a solidariedade irlandesa. No momento exato em que falamos que ela procurava emprego, ele pegou o número dela e deu o celular dele e da mulher, que tinha uma empresa e poderia ajudá-la. Pediu que ela ligasse no dia seguinte, continuamos conversando, terminamos de comer e nos despedimos.

Ohana significa família, família significa que ninguém é abandonado ou esquecido.

Mas, voltando à parte da família… Nessas quase duas semanas em que Marina, Julia, Flávia, Bruna, Diego e eu dividimos o quarto, acabamos virando mesmo uma família bem no sentido Lilo & Stitch. De modo que passamos a nos ajudar da forma que podíamos todo o tempo, nos apoiar e, claro, sermos amigos/irmãos nesse lugar em que estamos todos longe das nossas casas. Eu, confesso, não poderia ter escolhido roomates melhores.

E, como em toda família, em algum momento as pessoas ficam mais experiente e saem de casa para encarar o mundo. Ali era o último dia de Diego como nosso roomate e nós decidimos que iríamos fazer algo. Então, fomos comprar pães e salsichas (que, por sinal, eita coisa estranha, viu?) e fizemos hot dogs! Como não achamos batata palha, quebramos as de tubinho e voilá: habemus batata!

Embora essas constantes despedidas não sejam muito legais, essa noite (ou começo, já que, obviamente, tínhamos que marcar presença no The Luggage) foi especialmente agradável. Rimos, brincamos e fomos exatamente uma família. Mesmo com esse programa “caseiro”, preciso confessar que foi uma das melhores noites por aqui até agora. Que todas as despedidas de agora em diante sejam sempre assim!

Ohana! <3

See you soon,

Xoxo.

- Publicidade -
- Relacionados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -

Últimos destaques:

A Grande Mentira | Crítica

Assistir Ian McKellen e Helen Mirren por uma hora e cinquenta minutos é sempre um prazer, mesmo quando o veículo não é lá...

Azougue Nazaré | Crítica

Uma terra com uma vasta variedade de culturas que culminam em diferentes religiões, o Brasil vem perdendo suas raízes com a ascensão do poderio...

As Panteras | Crítica

Hollywood fez mais uma vítima na sua não tão nova moda de reciclar franquias - a saudosa série As Panteras ("Charlie's Angels") ganhou uma...

Ford vs Ferrari | Crítica

A principal lição que se pode tirar do novo filme de James Mangold, é que não há nada que não fique 100% melhor com a...

Dora e a Cidade Perdida | Crítica

  A adaptação do desenho interativo Dora, a Aventureira, exibido no começo dos anos 2000 pelo canal Nickelodeon poderia ter seguido um caminho bem diferente e...
- Filmes recomendados -




More Articles Like This

- Publicidade -