Lari Pelo Mundo – A Londres dos filmes, livros e sonhos

O segundo dia em Londres foi ainda mais especial, assim como tem sido todo esse tempo. Realizar sonhos e conhecer aqueles lugares dos filmes faz com que toda a magia aconteça na vida real!

Leia também:

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao...
Larissa Ramos
Larissa Ramos
Bacharela em Direito, advogada e concurseira, apaixonada por séries, filmes, livros e música. Sonha com a chance de viver como atriz e se derrete com histórias de amor. Seu grande ícone é Audrey Hepburn.

O segundo dia em Londres foi tão fantástico quanto o primeiro (talvez até mais). Acordamos cedo para não perder a troca da Guarda no Palácio. Descemos na estação Green Park e fomos andando pelo parque até o Palácio de Buckingham. Não há muita informação, então levamos um tempo até perguntar aos guardas (como aqueles dos filmes mesmo) e nos situarmos. Pouco tempo depois a banda marcial da marinha Irlandesa (sim, Irlanda mesmo, não errei o país) começou a tocar a foi percorrendo o trajeto que, agora, estava ABSURDAMENTE lotado. Quando chegaram no palácio, passei a só ouvir as músicas (inclusive trilhas de filmes e séries!), já que meu tamanho no meio da multidão não ajuda muito.

Terminada a troca, seguimos para a King Cross Station, onde fica a famosa plataforma 9 ¾ dos filmes de Harry Potter, para tirarmos a famosa foto “atravessando a parede”. Preciso confessar que não era meu maior sonho, mas foi interessante de ver a emoção das pessoas com aquele lugar. Consigo imaginar como seria se eu estivesse visitando a Genovia ( Diário da Princesa ), por exemplo. Comemos num Burger King por perto, um combo que não conheço aqui no Brasil, e fomos para o lugar que eu tanto esperava: a casa de Sherlock Holmes! Não entramos no museu por motivos de libretas haha mas a lojinha já é um lugar dos sonhos! Bem perto da casa, que fica na Baker Street 221b, tem uma estátua do detetive com QR code para você ouvir ele falando com você *_*

 

- Publicidade -

Decidimos ir, então, até Camden Town, que tem um mercado legal, onde foram gravadas cenas de  “Um lugar chamado Notting Hill” e onde tem o bar que Amy Winehouse gostava de frequentar. A dica de Camden é comprar os souvenirs todos lá porque é MUITO mais barato que no resto de Londres e, se eu o tivesse feito, teria economizado bastante! Haha é uma área meio bagunçada, tipo os centros no Brasil, tem menos aquele Q “fino” de europa, mas é bem bacana. Uma das coisas que mais gostei lá foi um memorial para aqueles que morreram na 2ª GM. Essa parte de valorização histórica que há por toda a Europa me deixou fascinada! É um lembrete diário do que aconteceu e dos que nos trouxeram até aqui. O horário do metrô muda no domingo e acabamos não conseguindo entrar na estação que fica por lá, então andamos ate outra próxima e descemos no Hyde Park para o momento que eu mais esperei da viagem: PATINAR NO GELO NO HYDE PARK!

Patinar no gelo no Winter Wonderland – um festival de inverno/natalino – foi uma verdadeira realização de um sonho e nada poderia ter me feito mais feliz naquele momento, talvez, algumas pessoas que eu queria que desfrutassem daquele momento comigo. Quando saí de lá estava extremamente feliz e quase sem acreditar que tudo aquilo realmente havia acontecido e que o “treinamento” na pista de gelo do Shopping Tacaruna tinha adiantado.

Ainda que eu não tenha visto o BigBen – que tá em reforma até 2021, Londres foi uma das melhores experiências da minha vida. Foi realmente o sonho que virou realidade. Londres, junto com Paris e a Disney, era um sonho muito antigo e que, enfim, aconteceu, muito embora ainda pareça que não foi real. Dois dias em Londres é muito pouco para tudo o que a cidade tem a oferecer, mas, para mim, foi um excelente começo. Espero voltar logo para cá e, quem sabe, não aproveito para tomar um chá com Liz (que vocês devem chamar de Rainha Elizabeth) ?!

Amanhã, enfim, temos os últimos dias do intercâmbio e essa viagem chega ao fim.

See you soon,

Xoxo.

 

- Publicidade -
- Relacionados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -

Últimos destaques:

Morto Não Fala | Crítica

Morto Não Fala, terror baseado no conto de Marco de Castro, é o filme de estreia de Dennison Ramalho....

Projeto Gemini | Crítica

Projeto Gemini passou por diversos cineastas até que pudesse cair nas mãos de Ang Lee. O diretor vencedor do Oscar por "O Segredo de...

‘Projeto Gemini’ e ‘Morto Não Fala’ são as estreias da semana nos cinemas

As estreias desta semana nos cinemas trazem filmes para todos os gostos. "Projeto Gemini", o ousado filme do cineasta Ang Lee estrelado por um...

Cinema da UFPE é a nova opção para os cinéfilos pernambucanos

O Cinema da UFPE, nova sala de exibição no Recife, será inaugurado nesta quarta-feira (09). O evento acontece às 18h com a presença do...

Sem apoio de editais, Janela de Cinema recorre ao público para acontecer

Um dos maiores festivais de cinema de Pernambuco, o Janela Internacional de Cinema do Recife recorre neste ano ao público para acontecer. Sem apoio...
- Filmes recomendados -



More Articles Like This

- Publicidade -