Nada a Perder: filme sobre Edir Macedo tem ingressos esgotados, mas salas vazias

Filme sobre a vida do Bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal e proprietário da Record TV, tem salas vazias nas sessões de estreia.

Nada a Perder (Divulgação/Paris Filmes)
Nada a Perder (Divulgação/Paris Filmes)

Estreou na última quinta-feira (29) o filme nacional Nada a Perder, cinebiografia do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e proprietário da Record TV. Embora note-se que as sessões nas principais redes de cinema do país estejam com ingressos esgotados – foram vendidos 4 milhões somente na pré-venda -, a realidade é outra para quem entra nas salas e as encontra quase vazias.

Segundo o Estadão, em São Paulo, por exemplo, a sessão das 18h na sala 7 do Espaço Itaú de Cinema da Pompeia, no Shopping Bourbon, tinha apenas a primeira fila disponível para compra – todo o resto da sala estava lotado. Mas ao entrar na sala durante o filme, a reportagem notou que quase metade das poltronas estavam vazias. O mesmo aconteceu no Cinemark do Central Plaza Shopping, onde apenas 10% dos ingressos para uma sessão noturna estava disponível, mas após o início do filme mais da metade da sala estava vazia.

No Rio de Janeiro a situação se repete. A reportagem do O Globo visitou no dia da estreia o Espaço Itaú de Cinema e o Cinemark da cidade de Botafogo e encontrou as salas vazias durante a exibição dos filmes, mesmo com os ingressos quase esgotados. Ainda segundo o jornal, espectadores entrevistados na ocasião afirmaram que a Igreja Universal está distribuindo ingressos para os fiéis nos cultos.

Em resposta, a Igreja Universal nega as afirmações da imprensa e informa que há apenas uma mobilização da comunidade para levar o máximo possível de pessoas para assistirem ao filme.

O fato se repete novamente após o lançamento de “Os Dez Mandamentos”, versão editada para os cinemas da novela homônima da Record TV. Na ocasião, os ingressos esgotavam mas as sessões eram pouco ocupadas, quase vazias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui