Arranha-Céu: Coragem sem Limite (Reprodução/Universal Pictures)
Arranha-Céu: Coragem sem Limite (Reprodução/Universal Pictures)

Não se surpreenda se sempre que chegar ao cinema, encontrar um cartaz de um filme diferente com o Dwayne Johnson. O “The Rock” para os fãs mais íntimos precisa pagar os boletos e faz isso da forma que ele melhor sabe fazer – protagonizando filmes de ação. Depois de lançar “Jumanji – De Volta a Selva” e “Rampage”, o ator grandão volta às telonas para entregar todo o seu carisma em “Arranha-Céu: Coragem Sem Limite”.

No filme, Dwayne Johnson é Will Ford, veterano de guerra americano e ex-líder de operações de resgate do FBI que agora trabalha comandando a segurança de arranha-céus.  Depois de se meter em uma cilada, acaba sendo acusado de colocar o prédio mais alto e seguro da China em chamas. Durante a trama, o agente terá de provar sua inocência ao mesmo tempo que fará de tudo para salvar sua família, que está presa no edifício em chamas.

Em meio a diálogos clichês e sequências absurdas comuns a filmes de ação, a entrega do protagonista ao seu personagem e a trama familiar conquista o espectador, que em certos momentos irá se desesperar na poltrona ansiando pela resolução do problema e torcendo para que tudo dê certo. O carisma de Dwayne Johnson faz toda a diferença nesses filmes clichês e o elenco de apoio não deixa a desejar. Neve Campbell (“Pânico”) surge na tela como uma mãe super protetora que combina bem ao fazer par romântico com Johnson (e para encontrar soluções fáceis que surgem do nada) e as crianças McKenna Roberts e Noah Cottrell (nos papéis de Georgia e Henry) são talentos promissores.

Os efeitos especiais dominam quase todo o filme e Rawson Marshall Thurber consegue captar as sequências de forma frenética, garantindo momentos vertiginosos que no 3D faz até lembrar um pouco o que se sentiu em “A Travessia”. O roteiro, também de Thurber, aposta em poucos momentos de humor, mas onde o faz, é bem sucedido (embora se espere mais de alguém que fez “Família do Bagulho”).

Previsível, Arranha-Céu: Coragem Sem Limite é mais um filme pipoca no melhor estilo “Sessão da Tarde” ou “Tela Quente” – basta ir ao cinema com a certeza de que não verá nenhum filme cult, e sim um blockbuster de ação clichê e divertido. Se Bruce Willis e Liam Neeson já deram as caras várias vezes nos cinemas se metendo em emboscadas e precisando salvar sua família, chegou a hora do The Rock ter sua chance.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here