10 curiosidades sobre o filme ‘A Freira’

Curiosidade de bastidores, segredos das locações e aparição de espíritos estão entre as curiosidades do filme A Freira.

Bastidores de "A Freira" (Divulgação/Warner Bros.)
Bastidores de “A Freira” (Divulgação/Warner Bros.)

A Freira, divulgado como o filme mais assustador da franquia Invocação do Mal, chegou aos cinemas na última quarta-feira (05). Trazendo a história de origem da assustadora freira Valak, o longa teve até um teaser deletado do Youtube por ser assustador demais.

Com direção de Corin Hardy e estrelado por Taissa Farmiga, Bonnie Aarons, Demián Bichir, Charlotte Hope e Jonas Bloquet, o terror foi filmado na Transilvânia e tem diversas curiosidades a serem reveladas.

Entre segredos de bastidores, história das locações e eventos sobrenaturais envolvendo a equipe do filme, reunimos aqui 10 curiosidades sobre o filme “A Freira”.

Confira abaixo.

Castelo cenográfico

A equipe do terror “A Freira” precisou construir a Abadia de Santa Carta em estúdio. Na Romênia, é proibido fazer filmagens dentro de igrejas.

A abadia realmente existe

A Abadia de Santa Carta, onde o demônio Valak surgiu, realmente existe. O Monasterio de Cârţa fica localizado ao Sul da Transilvânia, na Romênia, assim como é citado no filme.

Abadia de Santa Carta verdadeira, na Romênia (Reprodução/Wikipedia)
Abadia de Santa Carta verdadeira, na Romênia (Reprodução/Wikipedia)

A benção do padre

Antes de iniciar as gravações do terror “A Freira”, um padre ortodoxo conhecido como Padre Cosmin abençoou a produção do filme.

Faltou pano pras freiras

Uma fábrica na Romênia responsável por produzir os hábitos usados pelas freiras do filme acabou ficando sem tecido preto. O material acabou faltando devido a demanda do estúdio para as gravações do filme.

Cenografia reciclada

Alguns itens que aparecem no filme A Freira foram aproveitados de Annabelle 2: A Criação do Mal, como uma foto com algumas freiras e uma cruz.

Filmagens no castelo

Além das cenas gravadas em estúdio, outras cenas foram gravadas dentro do Castelo de Corvin, localizado em Hunedoara, na Romênia. O castelo data do século 14, foi um dos maiores da Europa Ocidental na época e apresenta um estilo gótico-renascentista.

Castelo de Corvin, na Romênia, foi usado nas gravações de A Freira (Reprodução/Wikipedia)
Castelo de Corvin, na Romênia, foi usado nas gravações de A Freira (Reprodução/Wikipedia)

Morcego x A Freira

Durante as filmagens no período da noite no Castelo de Corvin, um morcego entrou nas tendas e foi para cima de Bonnie Aarons, que interpreta a freira Valak. A atriz estava caracterizada e o morcego, quando foi de encontro com ela, ficou atordoado e precisou de ajuda da equipe de produção para deixar o local.

Fantasmas durante as filmagens

Em entrevista ao Cinema Blend (via Acredite ou Não), o diretor Corin Hardy afirmou que viu fantasmas durante as filmagens de “A Freira”, mas especificamente num corredor do Castelo de Corvin com 60 metros de comprimento. No filme, este corredor aparece como o “corredor das cruzes”.

Hardy disse que, para ficar de fora da cena, ficou em uma antiga cela da fortaleza, ao lado do corredor. Lá, ele diz ter visto duas pessoas que acreditava serem técnicos de som, e até os cumprimentou. Ao final da filmagem, eles não estavam mais lá. O cineasta diz que só havia uma porta no local e que em nenhum momento as duas pessoas que ele teria visto passaram por aquela porta.

Taissa Farmiga é a Irmã Irene em "A Freira" (Divulgação/Warner Bros.)
Taissa Farmiga é a Irmã Irene em “A Freira” (Divulgação/Warner Bros.)

Meditação para espantar espíritos

Taissa Farmiga, a protagonista de “A Freira”, disse que não queria ter o espírito de Valak em seus pesadelos. A intérprete da Irmã Irene no filme de terror da Warner Bros. Pictures contou que fez meditação para afastar a imagem da freira de sua cabeça. Em entrevista ao Diário de Pernambuco, a atriz afirmou:

“Eu sou uma pessoa muito sensível, muito assustada. Eu não queria Valak assombrando minha mente. Não sei se acredito no sobrenatural, mas não quero tomar uma decisão equivocada. Se disser que não acredito, talvez esteja me abrindo para que algo, alguma coisa, venha tentar provar que estou errada. E se disser que acredito no sobrenatural, em forças demoníacas, também estarei, de certa maneira, aberta para que venham confirmar isso”

Jonas Bloquet como Frenchie no filme A Freira (Divulgação/Warner Bros.)
Jonas Bloquet como Frenchie no filme A Freira (Divulgação/Warner Bros.)

O filme A Freira quase não sai do papel

Valak surgiu nos cinemas como um personagem do filme “Invocação do Mal 2”. Mas quase que ela não existia. No corte inicial do filme, a personagem seria um demônio com chifres. O diretor então teve um lapso através dos registros reais de Ed e Lorraine Warren e resolveu adicionar a freira demoníaca durante a pós-produção.

Segundo o Medologia, a cena em que Ed Warren (Patrick Wilson) pinta um quadro com a freira na verdade era o demônio de chifres pensado inicialmente. A pintura foi modificada digitalmente para a imagem da Freira. Já a cena em que Lorraine Warren (Vera Farmiga) fica cara a cara com a Freira necessitou de refilmagem com a atriz Bonnie Aarons interpretando a freira Valak.

Vale a pena assistir “A Freira”?

Nós assistimos o terror da freira demoníaca e demos o nosso veredicto. Confira a crítica do filme A Freira onde contamos o que achamos e dizemos se vale a pena assistir o spin-off de “Invocação do Mal 2”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui